fbpx

Angola aposta em robôs para a realização de cirurgias

Angola contará com robôs cirúrgicos
Robôs cirúrgicos

Angola contará com robôs cirúrgicos para sua implementação progressiva em hospitais locais, com o objetivo de melhorar a assistência cirúrgica.

A cirurgia robótica é uma das mais notáveis inovações tecnológicas na medicina moderna, transformando a forma como os procedimentos cirúrgicos são realizados. 

Equipados com braços mecânicos altamente precisos, câmeras de alta definição e sistemas de controle avançados, os robôs cirúrgicos permitem aos médicos realizar operações complexas com maior precisão, menor invasividade e recuperação mais rápida para os pacientes.

A iniciativa acontece através de um acordo entre o Ministério da Saúde (MINSA) e a multinacional chinesa de tecnologia médica MicroPort que firmaram um acordo inovador para a aquisição de robôs destinados à cirurgia robótica. 

A parceria foi  estabelecida durante a Reunião Anual de Cirurgia Robótica em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos de América, onde fez parte delegação do MINSA, liderada pela ministra da Saúde, Silvia Lutucuta.

A colaboração com o MINSA reflecte o compromisso da empresa em expandir o acesso a tecnologias médicas avançadas com a implementação de forma progressiva em todos hospitais de nível terciário em Angola.

Notícias que também pode ler:


A implementação desta tecnologia de alta complexidade marca um importante avanço para o sistema de saúde nacional, que verá uma significativa melhoria na assistência cirúrgica em diversas especialidades, com destaque especial para a Oncologia, especialidade que estuda a forma como o câncer se desenvolve em humanos.

Além da aquisição dos robôs, a parceria inclui a manutenção dos equipamentos e a formação especializada de equipes médicas, enfermeiros, engenheiros eletromédicos, como forma de garantir a eficácia e a sustentabilidade do projecto.

“O contrato prevê, para além da  compra de Robôs, manutenção dos equipamentos, formação de equipas médicas, engenheiros eletromédicos e outros técnicos”,

lê-se no comunicado.

Em comunicado oficial, o MINSA ressaltou que a introdução da cirurgia robótica nos hospitais preparados para acomodar esta tecnologia representa um salto qualitativo na prestação de cuidados de saúde, beneficiando milhares de pacientes com procedimentos mais precisos e menos invasivos.

A MicroPort, com sede em Xangai, China, é reconhecida mundialmente como uma desenvolvedora e fabricante de dispositivos médicos de ponta, actuando em áreas como cardiologia, radiologia intervencionista, ortopedia, eletrofisiologia e tratamentos cirúrgicos.

Kabum_Digital_-_Revista_banner_para_o_site
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share