fbpx

Apple e Google passam a notificar caso o telemóvel esteja a ser rastreado

Apple e a Google
iPhone e Google Pixel

A Apple e a Google anunciaram que os utilizadores de iPhone e Android começarão a receber alertas caso um dispositivo Bluetooth desconhecido esteja a ser utilizado para os localizar.

As empresas desenvolveram um padrão industrial chamado “Detecting Unwanted Location Trackers“. A Apple irá introduzir a partir do sistema iOS 17.5 e a Google em dispositivos Android com versão superior a 6.0.

Os utilizadores receberão agora um alerta no seu dispositivo que informe que está a ser seguido se um dispositivo de localização Bluetooth desconhecido for visto a mover-se com ele, independentemente da plataforma com que o dispositivo está associado. 

A medida surge na sequência de vários casos de utilização de dispositivos de localização Bluetooth, como as AirTags da Apple, para fins de perseguição.

No mês passado, a Apple e a Google anunciaram que iriam trabalhar em conjunto para liderar uma iniciativa a nível da indústria para criar uma forma de alertar os utilizadores em caso de localização indesejada a partir de dispositivos Bluetooth.

“O AirTag e os acessórios da rede Find My de terceiros foram concebidos desde o início com as primeiras protecções de privacidade e segurança do sector, e a Apple continua empenhada em inovar e complementar estas protecções para manter os consumidores seguros”,  

lê-se no comunicado partilhado na Apple.

Quando a Apple lançou as AirTags, estas foram rapidamente adoptadas como uma forma de localizar objectos do dia a dia, como chaves. No entanto, os localizadores também acabaram por ser adoptados por pessoas mal intencionadas que os utilizam para localizar pessoas. 

Outras notícias:


Como solução, a Apple lançou um aplicativo Android “Tracker Detect” em 2021 para ajudar as pessoas que não possuem produtos Apple a identificar AirTags inesperados perto deles. A nova solução, adopta uma abordagem de nível de sistema operacional para resolver o problema de rastreadores Bluetooth indesejados. 

Em alinhamento, às empresas que produzem estes dispositivos, incluindo a Chipolo, a eufy, a Jio, a Motorola e a Pebblebee, comprometeram-se a que as futuras etiquetas sejam compatíveis com a nova solução. 

A Apple e a Google afirmam que continuarão a trabalhar com a Internet Engineering Task Force, uma organização de normalização para a Internet, através do grupo de trabalho Detecting Unwanted Location Trackers, para desenvolver a norma oficial para esta tecnologia.

Outras medidas de segurança

No reforço das medidas de privacidade e segurança, do lado da Google, na nova versão do sistema Android será possível detectar o roubo/retirada do telemóvel das mãos do proprietário e será automaticamente bloqueado.

A solução é designada Theft Detection Lock (Bloqueio de Detecção de Roubo, em tradução), que usa inteligência artificial (IA) para prever roubos de telefone e bloquear as coisas de acordo. 

Também permitirá, à semelhança do que acontece no da Apple, encontrar os seus dispositivos e outros itens perdidos, mesmo que estes estejam desligados e não ligados à Internet.

Fonte Techcrunch

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share