fbpx

Conheça 5 locais para usar internet gratuitamente em Maputo

Internet
Jovem numa avenida a mexer telemóvel

Aceder à internet no país tornou-se um desafio desde o último sábado, 4 de maio, devido ao ajuste dos preços deste serviço pelas operadoras, em conformidade com o decreto do Instituto Nacional de Comunicações (INCM).

A internet está cara, e para alguns munícipes tornou-se insustentável o acesso a este serviço, onde muitos recorrem por lazer através do entretenimento proporcionado pelas redes sociais, e pesquisa de informações para a realização de trabalhos escolares e do trabalho. 

Num inquérito realizado através do nosso Facebook, buscamos perceber quanto é que os utilizadores já gastaram desde a entrada em vigor destes novos preços. Os preços variam, mas há reclamação da devida impossibilidade para permanecer por muito tempo na internet. 

Fora a subida do preço dos megas, a retirada dos pacotes ilimitados está também na lista do que os consumidores consideram uma falha. Quanto a este ponto, o Instituto Nacional de Comunicações em Moçambique fez saber que a retirada busca salvar as comunicações no país, estabelecendo uma concorrência leal entre as empresas.

A situação é terrível, e foi olhando para isso, que decidimos apresentar, para aqueles que frequentam a cidade de Maputo, 5 locais que possam lhes tirar desse sufoco que é a compra da internet.

  1. Jardim Tunduru

Localizado na Baixa da Cidade, este que é o pulmão da cidade, conta com internet gratuita já há mais de 4 anos, e tem sido um dos locais que jovens têm se instalado para o acesso a internet. 

O sinal livre de Internet neste local foi instalado pela Autoridade Reguladora das Comunicações em Moçambique (Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique) em colaboração com o Município de Maputo.

  1. Praça da Juventude

Reinaugurada recentemente, a Praça da Juventude, que está localizada no bairro de Magoanine, foi equipada com sinal livre de Wi-Fi, no âmbito do projecto Praças Digitais, com instalação de equipamento de ponta que possibilita alcance da conexão 5G.

Outras notícias:

A implementação busca promover o maior acesso às plataformas de informação e comunicação, bem como uma maior inclusão digital dos munícipes, em particular a juventude.”​​

  1. Universidade Eduardo Mondlane

A Universidade Eduardo Mondlane é um dos espaços que contam com pontos para acesso a Wi-Fi Grátis já há bom tempo, e tem sido frequentado, por estudantes, por jovens nas redondezas para acesso a este serviço.

Árvore da Sabedoria, Pátio do Complexo Pedagógico, Biblioteca Brazão Mazula são alguns dos espaços que se pode aceder a um sinal forte de uma variedade de redes Wi-Fi presentes naquela instituição.

  1. Mercado de Peixe

Igual à Praça da Juventude, o Mercado de Peixe, localizado na Costa do Sol, uma das praias mais frequentadas em Maputo, o local beneficiou de internet grátis que conta com a capacidade de navegação a uma velocidade acima de 500 Megabits por segundo (MBPS).

  1. Aeroporto Internacional de Maputo

O  Aeroporto Internacional de Maputo, localizado no Bairro de Mavalane, oferece gratuitamente serviços de Internet aos passageiros e demais utilizadores presentes no espaço.

A iniciativa tem como objetivo principal satisfazer a necessidade de implementar diversos serviços que proporcionem maior conforto aos passageiros.

Ao frequentar estes locais, é crucial ter em conta questões de segurança, ou seja, saber que dispositivo usar e evitar o empréstimo a estranhos que possam aparecer requisitando horas, ou queiram “impulso” (pouco de crédito, na gíria popular) para ligar a um conhecido, pois pode resultar num furto.  

Em Moçambique, o acesso a internet continua baixa sendo que da população com mais de 31 milhões, apenas está acessível apenas cerca de 7 milhões de moçambicanos.

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share