fbpx

Google agora vale 2 trilhões de dólares

Google
Edifício com logo da Google

A Google, ou a Alphabet, como é conhecida nos registos, atingiu um novo marco: uma valorização de mercado de 2 trilhões de dólares, tornando-se como a quarta empresa mais valiosa mundialmente.

Com a conquista a marca posiciona-se como a quarta empresa pública mais valiosa do mundo, atrás da Nvidia, da Apple e da Microsoft, que tem uma valorização de mercado de pouco mais de 3 trilhões de dólares. 

No entanto, esta não é a primeira vez que a Google entra no clube dos 2 trilhões de dólares. Em 2021, a empresa atingiu o limite em novembro e no início deste mês, mas fechou acima desse valor pela primeira vez na sexta-feira (26 de Abril).

A notícia seguiu-se ao relatório de lucros do primeiro trimestre da Alphabet na quinta-feira, que ilustrou que onde as receitas superaram as expectativas dos analistas devido ao sucesso do motor de busca do Google. 

Sundar Pichar, presidente executivo da empresa, também destacou como factores do regresso ao clube de 2 trilhões, o Google Cloud, que foi equipado com serviços de Inteligência Artificial generativa através do modelo de IA da Google, Gemini.

“No Google Cloud Next, mais de 300 clientes e parceiros falaram sobre os seus sucessos em IA generativa com o Google Cloud, incluindo marcas globais como Bayer, Cintas, Mercedes Benz, Walmart e muitas outras”,

disse Sundar Pichai aos investidores, segundo Business Insider. 

Para o CEO, a empresa é uma das que está bem posicionada para a próxima onda de inovação em Inteligência Artificial, recorrendo à sua missão lançada em 2016 designada “AI-first”, ou seja Inteligência Artificial em primeiro lugar.

Outras notícias:


Apesar dos bons ventos, a Google teve momentos caóticos no ano passado no seu posicionamento como líder do mercado de IA, com o crescimento de uma diversidade de ofertas de IA, por parte de outras empresas do ramo da IA, como é o caso da OpenAI, responsável pela criação do ChatGPT, plataforma mais utilizada a nível mundial quando o assunto é Inteligência Artificial.  

Em particular, a IA abalou a empresa: fez grandes alterações na pesquisa, realinhou as equipas de Pesquisa, Android e hardware em torno da IA e lançou o seu próprio modelo Gemini AI para capitalizar a oportunidade.

Os executivos do Google tiveram que cortar projetos e demitir funcionários numa espécie de organização do foco. Nas demissões deste ano, estas aconteceram nas equipes de hardware do Google responsável pelos produtos Pixel, Nest e Fitbit,  da engenharia central do Google e do Google Assistant. 

Na lista de valorização de mercado, atrás da Google está a Amazon com atualmente 1.8 trilhão de dólares e a Meta em 1.1 trilhão de dólares.

Actualmente, a marca pública mais valiosa do mundo é a Microsoft que tirou do pódio a Apple, neste ano, através do crescimento das suas ações, impulsionadas pelos seus investimentos em Inteligência Artificial.

Dados da Bloomberg apontam que a Microsoft conseguiu a posição de líder ao registar um aumento no seu valor de mercado para quase 2,89 trilhões de dólares, superior aos 2,87 bilhões de dólares da Apple. 

Fonte Business Insider

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share