fbpx

Huawei forma estudantes moçambicanos no programa “Sementes Para o Futuro”

Huawei
Edifício da Huawei

Um total de 60 estudantes moçambicanos formaram-se no programa designado Seeds for the Future (Sementes para o Futuro), da marca chinesa Huawei, após a conclusão de formação de curta duração no sector das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

O Seeds for the Future é um programa da  Huawei que seleciona jovens talentos de todo o mundo para participarem em formações de curta duração, competições globais e actividades contínuas de antigos alunos centradas na tecnologia digital. 

O programa proporciona uma plataforma onde os formados compreendem a inovação da indústria, experimentam intercâmbios interculturais e cultivam um espírito empreendedor.

A graduação dos novos formados aconteceu em Abril, na cidade de Maputo, onde se fez presente o ministro dos Transportes e Comunicações Mateus Magala, Wang Hejun, embaixador da China no país, e Zhang Junming, director-geral da Huawei Moçambique.

Para Mateus Magala, a iniciativa espelha o compromisso da empresa de tecnologia no seu papel no desenvolvimento das capacidades humanas e institucionais dos talentos locais.

O ministro apelou ainda à necessidade da empresa continuar a “estabelecer parcerias com empresas moçambicanas do sector das telecomunicações, dando especial atenção à absorção de jovens talentos moçambicanos”, disse citado pelo Diário Económico.

“A sustentabilidade do crescimento das telecomunicações está nas mãos desses jovens que se revelam em iniciativas como o ‘Sementes para o Futuro”,

afirmou.

Outras notícias:


Para além de ministro acrescentou que o programa tende a ser mais inclusivo em termos de género e de cobertura regional do País. “É nossa expectativa que este programa continue a incentivar a participação das mulheres na área das TIC, reconhecendo o enfoque digital por género.”

Já o lado chinês, revelou a sua disposição em continuar a formar jovens moçambicanos através da sabedoria e cooperação, com vista procurar partilhar oportunidades e alcançar o desenvolvimento, reforçando continuamente a base da amizade China-Moçambique. 

O objectivo é construir firmemente uma base social sólida e servir melhor o desenvolvimento socioeconómico estável, a longo prazo, de Moçambique, o que torna a cooperação digital uma força que pode contribuir para a melhoria  entre os dois países. 

Para os graduados, como é o caso do Alexandre Amade, citado pelo site Diário Económico, considerou que o treino ministrado possibilitou-o que pudesse aprender muito e para que a marca continuasse a fazer mais eventos como estes. 

“Ter esta aprendizagem agora abre a nossa visão para estas tecnologias. Definitivamente, abriu a minha mente para o que posso fazer no futuro”,

disse Amade. 

O Seeds For the Future acontece desde 2016 e a Huawei revelou que, até aqui,  15% dos graduados conseguiram trabalhar em empresas nacionais de telecomunicações.

O programa está presente em mais de 100 países, mais de 15 mil estudantes beneficiaram do programa, colaborando com mais de 500 universidades e escolas.

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share