fbpx

Instagram dará prioridade ao conteúdo original em vez de repostagens

Instagram
Notificação do Instagram no iPhone

O Instagram está a fazer alterações significativas à forma como recomenda conteúdos, com destaque para os conteúdos originais e o aumento da distribuição para contas mais pequenas.

Estas mudanças que a empresa anunciou, resultam com que as contas agregadoras que partilham conteúdos repartilhados sejam removidas das recomendações do Instagram, numa ação que visa aumentar o conteúdo original dos utilizadores, dar mais visibilidade a criadores com menos seguidores e limitar o alcance de contas que republicam vídeos e fotos.

Contas agregadores são aquelas que descarregam ou fazem capturas de ecrã de vídeos e fotografias de outros utilizadores e os publicam novamente. Nestas contas, as que repostam vídeos e fotos de outros utilizadores mais de 10 vezes em 30 dias serão removidas das recomendações 

Muitas vezes, os agregadores atribuem o devido crédito ao autor original, marcando-o na publicação ou na legenda, mas, frequentemente, o conteúdo é roubado sem qualquer reconhecimento, ou seja, não citação, se quisermos, dos direitos autorais da pessoa que criou o conteúdo.

A nova actualização significa que na página Explorar do Instagram ou as recomendações do feed principal não incluirão conteúdos de contas de agregação. A plataforma irá substituir o conteúdo reposto pela publicação do criador original nas recomendações. 

As contas afectadas poderão voltar a ser elegíveis para recomendações 30 dias após a última vez que repostaram conteúdo “não original”. Com isto, o Instagram está a procurar dar a todos os criadores uma posição de igualdade em termos de alcance. 

As alterações surgem após meses de críticas por parte dos criadores, que afirmam que o seu alcance foi afectado negativamente pelo algoritmo, o que levou o diretor do Instagram, Adam Mosseri, a apresentar queixas no Threads quase com a mesma frequência com que promovia novas funcionalidades.

Outras notícias:


A actualização não afectará um conjunto de editores identificados pelo Instagram com acordos de licenciamento ou permissões de partilha de conteúdos dos criadores de conteúdos, de acordo com a publicação no blogue.

A rede social também começará a adicionar uma etiqueta que atribui o crédito ao criador original, embora tanto o criador original como a conta que repõe a fotografia ou o vídeo possam remover a etiqueta.

Para além desta alteração, o Instagram também adicionou uma nova funcionalidade ao Stories, incluindo novas formas interactivas de partilhar música, fotografias e vídeos.

Uma das funcionalidades chama-se Reveal e, quando aplicada, desfoca o conteúdo de uma publicação no Stories, uma das formas dos utilizadores verem a publicação é enviando uma mensagem à pessoa que a partilhou. 

Adam Mosseri, diretor do Instagram, afirmou que as mensagens directas são uma parte cada vez mais importante da plataforma e que as histórias e as mensagens directas são responsáveis pela maior parte do crescimento do Instagram.

Uma outra funcionalidade chama-se Frames, coloca uma sobreposição de polaroides nas imagens que começam a cinzenta. Quando os utilizadores abanam o telemóvel, aparece uma fotografia, à semelhança do que muitas pessoas fazem com fotografias Polaroid reais.

Fonte The Verge Techcrunch

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share