fbpx

Meta vai pagar produtores de conteúdo na Nigéria

Meta

A partir de junho de 2024, a Meta vai pagar aos criadores de conteúdos nigerianos no Facebook e no Instagram.

A empresa anunciou os seus planos para permitir que os criadores de conteúdos nigerianos nas redes sociais da Meta (Facebook e Instagram) monetizem os seus conteúdos, proporcionando-lhes um meio de ganhar a vida através da plataforma.

A iniciativa foi revelada ao Presidente Tinubu pelo Presidente dos Assuntos Globais da Meta, Sir Nick Clegg, durante uma reunião na villa presidencial, que salientou o empenho da empresa em capacitar os criadores na Nigéria.

O programa de pagamento dos criadores de conteúdo é baseado no desempenho que paga de acordo com o número de reproduções dos Reels. 

“Com um modelo baseado no desempenho, os criadores podem concentrar-se no conteúdo que está a ter impacto no seu público e a ajudá-los a crescer”,

afirmou a Meta em maio de 2023, na fase que se encerrava meses de testes do programa.

Sir Nick Clegg afirmou que os criadores nigerianos contam com um alcance global, salientando que os criadores terão em breve “a capacidade de publicar anúncios em streaming e usar outras ferramentas, como estrelas do Instagram e presentes que estão disponíveis para criadores de outras partes do mundo”.

O presidente aceitou com satisfação a decisão da Meta, sublinhando a vontade da Nigéria de adoptar a inovação digital e de liderar o continente africano em termos de avanços tecnológicos, com manifesto de confiança na juventude da nigeriana.

A iniciativa da Meta de apoiar os criadores nigerianos está em conexão com a visão da Nigéria de promover a inclusão digital e a capacitação económica. 

Com este desenvolvimento, os criadores nigerianos podem esperar tirar partido da sua criatividade não só para se divertirem, mas também para se sustentarem financeiramente na era digital.

Outras notícias:


Na mesma sintonia da apresentação desta novidade, o presidente Tinubu destacou o programa governamental 3MTT, que reconhece a importância de preparar os jovens nigerianos para a economia do futuro. 

O programa do Ministério Federal das Comunicações, Inovação e Economia Digital irá gerar uma reserva de talentos técnicos em consonância com a visão do presidente de criar 2 milhões de empregos digitais até 2025.

A iniciativa, coordenada pelo Ministro da Economia Digital, Bosun Tijani, tem por objectivo formar três milhões de jovens em tecnologia digital e competências essenciais. Os indivíduos formados serão posteriormente destacados para vários centros de inovação em todo o país, garantindo que estão equipados para competir a nível global.

Em 2023, os criadores de conteúdos nos Estados Unidos, na Austrália, no Canadá e na Coreia do Sul foram os primeiros a ganhar dinheiro através do “Ads on Reels” (publicidade em Reels, em português).

Anteriormente na Nigéria, em 2023, a iniciativa foi anunciada no Quênia pelo presidente local, William Ruto, de um compromisso da Meta em ajudar os criadores de conteúdos no Quénia a ganhar dinheiro criando conteúdo original.

Nigéria entra na mesma lista que está Quénia, Egipto e a África do Sul, que eram os únicos países do continente africano que faziam parte do programa Facebook Creator.

Fonte More Branches TechCabal

Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share