fbpx

Reino Unido proíbe o uso de senhas fracas, como “12345”

Password
Ilustração da palavra passe 12345

O Reino Unido introduziu uma nova lei para proibir as palavras-passe fracas nos dispositivos para garantir melhorias nos mecanismos de cibersegurança.

A introdução dessa lei torna o Reino Unido o primeiro país do mundo a adotar este tipo de medidas, permitindo que outros países adoptem legislação semelhante para reforçar questões de segurança e protegerem os seus consumidores dos agentes de ciberameaças.

Sendo assim, os utilizadores de aparelhos electrónicos no Reino Unido deixarão de poder definir palavras-passe genéricas fracas, como “12345”, “password” ou “admin”, com a lei tendo entrado em vigor naquele país a partir de 6 de maio de 2024.

O Departamento para a Ciência, Inovação e Tecnologia, declarou que os fabricantes de dispositivos como smartphones, campainhas inteligentes e dispositivos IoT, entre outros, terão de criar medidas para impedir que os utilizadores dos dispositivos definem palavras-passe comuns. 

Os fabricantes de telefones, televisores e campainhas inteligentes, entre outros, são obrigados a proteger os dispositivos contra o acesso de cibercriminosos e devem também fornecer aos utilizadores dados de contacto facilmente acessíveis para facilitar a comunicação de erros e melhorar a transparência das actualizações de segurança.

A lei impulsiona a proteção do cliente para os fabricantes de produtos, o que se espera que venha a reduzir substancialmente as violações de dados. A esperança é de que contribuam para confiança aos clientes na compra e utilização de produtos, numa altura em que os consumidores e as empresas têm sido alvo de ataques informáticos.

Jonathan Berry, Ministro da Ciência e da Tecnologia, afirmou que à medida que a vida quotidiana se torna cada vez mais dependente de dispositivos conectados, as ameaças geradas pela Internet multiplicam-se e tornam-se ainda maiores.

Outras notícias:


“Os consumidores terão uma maior tranquilidade em relação à proteção dos seus dispositivos inteligentes contra os cibercriminosos, uma vez que introduzimos legislação pioneira a nível mundial que garantirá a segurança da sua privacidade pessoal, dos seus dados e das suas finanças”,

disse o ministro.

Esta medida realça a crescente ameaça dos cibercriminosos a nível mundial, em especial à luz do número cada vez maior de ataques de agentes patrocinados pelo Estado a organismos governamentais. 

Por outro lado, a necessidade dos consumidores considerarem a possibilidade de abandonar as palavras-passe convencionais em favor de alternativas como as chaves de acesso e a biometria.

O Reino Unido está empenhado em tornar o Reino Unido o local mais seguro do mundo online, sendo estes novos regulamentos um passo significativo para um mundo digital mais seguro.

A nova lei entra em vigor como parte do regime de segurança de produtos e infra-estruturas de telecomunicações (PSTI), que visa reforçar a resistência do Reino Unido contra o cibercrime.

Fonte SpiceWorks The Guardian

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share