fbpx

Sam Altman demitido do cargo de CEO da OpenAI, criadora do ChatGPT

Sam Altman

Sam Altman, empreendedor e uma das caras mais notáveis da Inteligência Artificial, foi afastado do cargo de director executivo da OpenAI, empresa responsável pelo lançamento do ChatGPT, plataforma de IA que se popularizou no ano 2023 por possibilitar ajuda para realização de várias tarefas.

O cofundador da OpenAI, Sam Altman, deixa o cargo após ter perdido a confiança da direção da empresa pioneira na Inteligência Artificial, conforme anunciado na sexta-feira por um comunicado da empresa. 

“A saída do Sr. Altman segue um processo de revisão deliberativa pelo conselho, que concluiu que ele não foi consistentemente sincero em suas comunicações com o conselho, dificultando sua capacidade de exercer suas responsabilidades”, diz o comunicado.

Em jeito de resposta, numa publicação no X (anteriormente Twitter), Altman revelou ter gostado de fazer parte da OpenAI e foi transformador. 

“Adorei o tempo que passei na OpenAI. Foi transformador para mim pessoalmente e, espero, para o mundo um pouco”, escreveu revelando que em breve poderá dar mais detalhes sobre o assunto.

Sam Altman.

Com a sua saída do cargo, Mira Murati, directora de tecnologia da empresa, torna-se chefe interina até a empresa encontrar um novo CEO (director executivo).

Para além do anúncio da saída do Sam, tornou-se público que o também cofundador e presidente Greg Brockman deixará o cargo de presidente do conselho, mas permanecerá na empresa.

Na sua conta oficial, Greg Brockman assumiu que tanto ele quanto Sam Altman estão “chocados e tristes com o que a direção fez”, escreveu Brockman.

Com estas duas saídas de Altman e Brockman, fica assim Ilya Sutskever, cientista principal do grupo, como o único fundador da OpenAI que permanece no conselho de administração.

Ainda no início da sua popularidade, a OpenAI conseguiu atrair um investimento de milhões de dólares de parceiros estratégicos, com destaque para Microsoft, e de importantes fundos de risco, incluindo a Sequoia Capital, a Andreessen Horowitz e a Thrive Capital, que se tem vindo a preparar para liderar uma compra de acções de funcionários num negócio que avalia a OpenAI em 86 mil milhões de dólares, segundo o público com conhecimento da situação.

Leia também:


Ainda com este anúncio, a Microsoft, através do seu porta-voz, em declarações ao site The Verge, assumiu que continuará a fazer parcerias com a empresa, à medida que procura levar a próxima era de Inteligência Artificial aos seus clientes. O CEO da Microsoft, Satya Nadella, também teve o mesmo posicionamento no X (Twitter). 

“…O mais importante é que estamos empenhados em fornecer tudo isto aos nossos clientes, ao mesmo tempo que nos preparamos para o futuro. Temos um acordo de longo prazo com a OpenAI com acesso total a tudo o que precisamos para cumprir a nossa agenda de inovação e um roteiro de produtos empolgante; e continuamos empenhados na nossa parceria, bem como na Mira e na sua equipa…”,

publicou.

A saída do Sam Altman acontece depois do evento inaugural deste ano da empresa onde foi anunciado pelo Sam uma solução que possibilita a qualquer indivíduo a criação de um ChatGPT, como também o anúncio de que o ChatGPT, principal produto da empresa, atingiu 100 milhões de utilizadores.

Aos 38 anos, Altman tornou-se o rosto público da nova era da Inteligência Artificial Generativa, após o lançamento do chatbot ChatGPT da OpenAI, que já fecha um ano de popularidade.

Inicialmente foi co-presidente da empresa ao lado de Elon Musk. Musk saiu em 2018 para evitar um conflito de interesses com a Tesla. Desde então, fundou a sua própria empresa de Inteligência Artificial, a xAI.

Sam Altman está também em destaque no TIME 100 AI, lista da revista norte-americana Times que deu a conhecer as 100 ​​Pessoas mais Influentes na Inteligência Artificial. 

Fonte Financial Times The Verge 

Revista Kabum Digital Banner
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share