fbpx

Startups moçambicanas marcam presença no Web Summit 22

Web Summit

O evento, decorreu entre os dias 01 a 04 de Novembro, em Lisboa, Portugal, contou com mais de 70 mil participantes, dos quais dois jovens moçambicanos foram apresentar as suas inovações.

O Dr. Moz, iMali e a Law Technology Solutions são os nomes das startups que representaram Moçambique na edição deste ano do Web Summit.

A primeira, Dr. Moz, é uma plataforma de telemedicina virtual criada com “O objectivo de servir como uma hub de informação na área da saúde e bem-estar”, disse a co-fundadora Sabina Ali, citada pela DW África, “A telemedicina, por exemplo, permite realizar instantaneamente uma consulta” básica online, explicou.

Law Technology, criada pelo advogado moçambicano Ebrahim Bhikha busca desenvolver aplicativos que ofereçam soluções jurídicas para o mercado moçambicano. “Um dos aplicativos que está na fase final e espera-se que seja lançado no próximo ano. Chama-se Mobile Legis e tem que ver com compilação de leis de Moçambique”, disse Bhikha à DW África.

“O aplicativo vai congregar toda a legislação antes publicada em papel nos boletins da República, facilitando com mais eficiência a vida dos utilizadores no que toca à pesquisa e recolha de informação”, explicou. O advogado foi à Web Summit para recolher experiências de soluções tecnológicas neste domínio e perceber qual a tendência do mercado noutros países com vista a melhorar a funcionalidade dos aplicativos.

O iMali, é uma fintech que se configura como um ecossistema de serviços de pagamentos digitais que baseado na utilização ou leitura do código QR, estando disponível em lojas físicas e sites de comércio electrónico.

Fora este marco para Moçambique, outra novidade que marcou o Web Summit deste ano foi o anúncio do co-fundador e presidente executivo, Paddy Cosgrave, que o evento tecnológico chegará a África dentro de três a quatro anos, em 2025 ou 2026.

Actualmente, a Web Summit realiza quatro eventos em termos mundiais: Lisboa, Rio de Janeiro (a partir de 2023), Hong Kong (que foi cancelado para o próximo ano) e Toronto.


Fonte: Diario Economico

Kabum_Digital_-_Revista_banner_para_o_site
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share