fbpx

Wei vence concurso nacional de startups

Wei
Logo da startup Wei

Numa corrida que envolveu um total de 30 startups moçambicanas, a marca WEI, tornou-se vencedor do primeiro lugar da primeira edição do concurso do Instituto Nacional de Comunicações (INCM) com um prémio monetário de 500 Mil Meticais. 

Trata-se de uma premiação que acontece aquando da realização, pelo INCM, da Conferência Nacional das Comunicações, nos dias 16 e 17 de Maio de 2024, no Indy Village Congress Hotel, na cidade de Maputo, sob o lema “Transformação Digital, Inovação e Sustentabilidade”. 

Das 30 startups, 7 foram seleccionadas (Wei Technologies, Volet, Visu, Vamobi, Hive Online, Moz Condo, Fidli) para fazer uma apresentação de 3 minutos nos escritórios da INCM no dia 6 de Maio de 2024, posteriormente, foram convidadas a expor na conferência da INCM.

A premiação aconteceu no último dia do evento, após as empresas concorrentes terem feito a apresentação das soluções para o público presente. 

A startup Wei Technologies conquistou o primeiro lugar através da solução Wei Exames, desenvolvida pela empresa para tornar fácil a admissão dos estudantes às principais universidades moçambicanas. 

Tornar fácil é um dos objetivos da solução, tanto que recorre se designa  “Wei” num empréstimo de uma expressão utilizada no seio dos jovens moçambicanos para descrever uma forma fácil de obter ou fazer algo. 

Actualmente a empresa conta com 260 exames, e mais de 5 mil perguntas que servem para preparação exames, seja de universidade, como também para o exame teórico para obtenção da carta de condução.

Notícias relacionadas:


A solução busca aumentar a percentagem dos estudantes que são aprovados para a admissão à Universidade, e prover acesso ao conteúdo ao público que não tem acesso a uma biblioteca, isto a olhar para zonas fora da capital moçambicana, Maputo.

“No meio de uma forte competição que envolveu um total de 30 startups nacionais, esta vitória demonstra o esforço que temos investido e o nosso comprometimento com a causa de tornar a educação mais acessível através da tecnologia”,

escreveu.

A startup agradeceu também a todos que acreditaram no potencial da solução, referindo que este é apenas o começo “de uma jornada de sucesso”, e estão agora mais motivados do que nunca para continuar a inovar e a fazer a diferença no país.

Fora a premiação monetária, o Presidente do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Comunicações garantiu ajudar na habilitação do serviço em todo país e a aplicação estará alojada nas instalações do INCM para aliviar os custos de hospedagem aos fundadores e, quiçá, tornar a solução totalmente gratuita no uso do público. 

Actualmente, o acesso aos exames para a preparação custa, para o ensino médio, 100 meticais por duas semanas, e 172 meticais para o ensino superior.

Kabum_Digital_-_Revista_banner_para_o_site
Artigos relacionados

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
0
Share