Como proteger-se na internet

Como proteger-se na internet

A internet tornou-se actualmente na nossa carteira digital, nela está compactada o nosso dinheiro através de sistemas de pagamento online, nossos dados pessoais desde bancários e das contas das nossas redes sociais nos quais estamos presentes diariamente, seja para lazer ou exercício das actividades do sector em que actuamos, especialmente aos profissionais dos empregos que a sua origem está ligada a transformação digital.

Em meio a essa realidade, que a vida está fortemente na conexão global, do mesmo modo que protegemos a nossa carteira tradicional quando estamos na paragem ou locais movimentados, é importante garantir o mesmo processo com as informações contidas na internet.

A proteção de dados não se trata de um simples prazer, actualmente, os ataques cibernéticos, expressão utilizada para designar a tentativa de roubo ou uso de dados alheios na internet, tem se intensificado a uma escala global, e no caso de Moçambique, por exemplo, o mais recente caso foi o possível ataque aos 31 sites do governo e o frequente roubo de páginas de algumas figuras públicas com renome no digital, desde influencers, cantores, comediantes.

Para não estar no mesmo barco, a solução está na busca por formas de proteção dos dados que vão desde as mais simples e complexas dependendo dos casos.

1. Atualiza os softwares

É importante manter todos os softwares e ou seu sistema operacional do teu telemóvel ou computador bem actualizados. No caso de uso de um sistema desactualizado, os “ladrões da internet”, podem encontrar vulnerabilidades e assim tornar fácil o acesso às suas informações. 

A melhor forma de resolver isso é manter a actualização automática activa no dispositivo e deste modo, sempre que se conectar a uma rede wifi, baixará as actualizações para manter a navegação mais segura.

2.Faça downloads em sites seguros

Uma das formas mais famosas de obter sofrer ataques é através do download de programas ou arquivos que no final pode se tratar de um vírus que no final danificam boa parte da informação disponível do dispositivo.

Fica atento aos sites em que tem feito download de filmes, músicas, documentos, etc., verificando se são ou não seguros para baixar arquivos.

3. Evita clicar em links desconhecidos

É comum, depois de uma publicação nas redes sociais, principalmente no Instagram, receber uma mensagem de um perfil desconhecido pedindo com que promova a sua página ao clicar no link enviado.

A recomendação é que ignore a mensagem, esta é uma das estratégias utilizadas para o roubo de contas, e o recomendável é ignorar o link e o perfil em si.

4. Use a verificação em duas etapas

A verificação em duas etapas compreende o reforço da segurança da sua conta para o caso de a senha ser roubada, o nome resulta da necessidade de ser preciso dos dois códigos para aceder a uma certa conta.

Depois da introdução dos dados de acesso, o próximo passo é a introdução do segundo código que geralmente é enviado via sms para o seu telemóvel com o número que configurou-se para a verificação, o que dificulta o roubo.

Para verificação em duas etapas, no lugar do contacto telefónico, pode se também utilizar um e-mail de acesso somente do proprietário.

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
20
Share