A primeira astronauta negra em missão ao espaço

Jessica Watkins

A astronauta norte-americana Jessica Watkins prepara-se para uma missão ao espaço que a tornará na primeira mulher negra a orbitar, ao serviço da NASA.

A acção acontecerá em Abril, onde a Watkins lançará para a Estação Espacial Internacional a bordo de uma cápsula SpaceX Crew Dragon que se levantará como parte da missão Crew-4 da companhia, que tornará simultaneamente a Jessica na primeira mulher negra a viver no espaço por uma missão prolongada, um período de cerca de seis meses de realização das suas actividades directamente do espaço através do laboratório de órbita. 

Para a astronauta, citada pelo Space, sente-se honrada por fazer parte de um legado e membro da tripulação.

“Como um marco para a nossa agência e também para o nosso país, saber que estamos a construir sobre os alicerces que foram lançados pelos astronautas da mulher negra que vieram antes de mim”, disse Watkins à NPR’s Morning Edition.

Dados apontam que das 250 pessoas que embarcaram no ISS, sigla inglesa para Estação Espacial Internacional, menos de 10 foram negras. Antes do início da estação espacial, Mae Jemison, uma engenheira e médica, tornou-se a primeira mulher negra a viajar para o espaço em 1992. Seguiram-se outras mulheres negras, incluindo as astronautas da NASA Stephanie Wilson e Joan Higginbotham.

A astronauta será lançada ao lado dos astronautas da NASA Kjell Lindgren e Robert Hines, bem como da astronauta da Agência Espacial Europeia Samantha Cristoforetti. Contempla como parte de sua missão, observar e fotografar características geológicas na Terra.

A história da Watkins na Nasa iniciou como estagiária, enquanto cursava Ciências Geológicas e Ambientais na Universidade Stanford. Trabalhando no Centro de Pesquisa Ames, na Califórnia, apoiou a missão Phoenix Mars Lander e conduziu uma pesquisa no simulador do solo de Marte. “Foram essas experiências que realmente contribuíram para que eu me tornasse uma cientista e uma exploradora”, declarou Watkins em uma publicação no site da Nasa destinada a estudantes, em março de 2020.

Após a graduação, fez doutorado em Geologia pela Universidade da Califórnia (UCLA). Na época, ela investigou os processos da superfície marciana — planeta que é a sua “paixão”, segundo declarou em vídeo da Nasa em dezembro do ano passado, e actuou como professora assistente em aulas relacionadas a ciências planetárias.

Enquanto estudante de pós-graduação, participou de programas do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, onde se envolveu com a análise de asteroides próximos à Terra descobertos pela missão Neowise. Também actuou no planejamento tático e estratégico para a missão Curiosity e nos testes para as missões Marte 2020 e Mars Sample Return.

Subscreva-se à nossa newsletter. Fique por dentro da tecnologia!

Total
1
Share